Curitibana cria consultoria para levar inclusão e diversidade às empresas

Diverse Soluções
Diverse Soluções já capacitou mais de mil pessoas através de palestras (Foto: Divulgação)

O anúncio recente feito pelo Magazine Luiza sobre o primeiro processo seletivo exclusivo para admitir trainees negros na empresa dividiu a internet. O debate sobre a diversidade dentro dos ambientes corporativos estava posto. Essa discussão, no entanto, já vem fazendo parte do dia a dia da curitibana Beatriz Santa Rita, de 38 anos, há bastante tempo. Ela é fundadora da Diverse, uma consultoria paranaense de diversidade e inclusão que atua com processos seletivos inclusivos, consultorias para implementação de programas de diversidade em empresas e treinamentos em temas da área.

Embora o trabalho com a Diverse tenha iniciado em 2017, Beatriz já vinha atuando com projetos de sustentabilidade e responsabilidade social desde 1999, e equidade de gênero e raça na Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep), a partir de 2012. Na época, esteve à frente de um programa interno do Sistema Fiep que resultou em um Selo Pró Equidade de Gênero e Raça, concedido pelo governo federal.

Beatriz Santa Rita: diversidade e inclusão podem transformar a sociedade (Foto: Divulgação)

Depois da saída da instituição, em 2015, Beatriz passou a se dedicar ainda mais ao tema, até estruturar a Diverse. “Ainda não tinha me visto como empreendedora, isso veio como uma oportunidade e estou aprendendo muito. Na verdade, sempre fui intraempreendedora, alguém que buscava inovar”, conta. Ela estudou iniciativas que já estavam sendo desenvolvidas fora de Curitiba e colocou no mercado a primeira consultoria em diversidade na cidade. “Mas, hoje, meu olhar não é só para Curitiba. Recebemos muitos contatos de empresas de fora também”, pontua.

Leia também: Mãe cria projeto para democratizar acesso à cultura e lazer para crianças

Em dois anos, já foram mais de 2 mil pessoas capacitadas pela Diverse com palestras, além de 20 processos seletivos que colocaram no mercado de trabalho profissionais a partir do princípio da interseccionalidade. Beatriz, no contato com as empresas que atende, busca mostrar a potência que candidatos de grupos que ainda são minoria nas empresas, apesar de maioria na sociedade – caso de profissionais negros e negras, pessoas trans, mulheres de todas as idades e mães, mulheres na área de ciência, tecnologia, engenharia e matemática, jovens em situação de vulnerabilidade social e profissionais com mais de 50 anos – podem entregar. “A diversidade e a inclusão são valores que podem transformar a vida dessas pessoas e as empresas, gerando benefícios para a toda a sociedade”, reforça.

Segundo a empreendedora, neste ano, a consultoria passou a ter mais proximidade com multinacionais, startups e grupos nacionais, inclusive com empresas de médio porte com clientes fora do país e que estão interessadas em trabalhar com uma perspectiva inclusiva. Ela salienta que além de oferecer vagas de entrada, como os estágios, é importante que as contratantes elaborem estratégias para viabilizar a ascensão futura desses novos profissionais. “Trazemos isso e mostramos as possibilidades de qualificação em todas as áreas”, diz.

A Diverse caminha agora para atuar também com programas de estágio e desenvolvimento de talentos inclusivos após as contratações. “Quando um profissional de qualquer organização sabe que apostam nele, ele performa muito melhor, e isso também trará muitos resultados, como o menor turnover e criação de novos produtos e serviços”, enfatiza a fundadora.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*