Mostra As Gurias: evento incentiva e discute cinema feito por mulheres

Mostra As Gurias é um evento independente organizado pela primeira vez em 2018 em Curitiba

O cinema feito por mulheres é o foco da Mostra As Gurias, que acontece neste sábado (9), em Curitiba. Totalmente independente, o evento será realizado no Cine Guarani (Portão Cultural), a partir das 14h30. A entrada é gratuita.

Uma idealização da produtora audiovisual Nicole Micaldi, a mostra tem como objetivo incentivar, fortalecer e discutir o cinema feminista. A ideia é proporcionar um lugar em que se possa intercambiar conhecimentos e produções, criar um repertório e conhecer quem são as mulheres que estão produzindo no cenário atual, sejam elas de Curitiba, Salvador, Brasília ou São Paulo, alguns dos lugares dos quais são as obras que serão exibidas no evento.

A questão envolvendo repertório local foi justamente um dos motivos que levaram Nicole a começar a pensar na iniciativa. Ela relata que a inquietação surgiu ainda nos tempos em que entrou para o curso de Produção de Áudio e Vídeo, em 2016. “Como estudante da área, sempre procurei participar de cursos e oficinas sobre o assunto, e sempre fiquei preocupada com a ausência de nomes femininos apresentados e estudados. Até que iniciei minha participação em grupos e eventos que tinham a mulher no cinema como tema. Vi a importância de falar sobre esse tema e a necessidade de nós, mulheres, conhecermos o papel da mulher na história do cinema”, pontua.

A mostra, acrescenta Nicole, também surgiu da necessidade de se discutir o machismo presente na área cinematográfica. Isso inclui não só a História Geral do Cinema, mas também desigualdades no âmbito profissional.

Força local

Todas as produtoras envolvidas na mostra são de Curitiba, assim como as convidadas que participação da mesa redonda.

Leia também: TamoJuntas, o coletivo que atende mulheres vítimas de violência

As produções escolhidas para exibição têm a ficha técnica formada totalmente ou majoritariamente por mulheres, apresentam temas de relevância para discussão e um discurso que descarta mensagens machistas, de ódio ou qualquer outro tipo de discriminação.

Visibilidade

Nicole acredita que, hoje, cada vez mais eventos e grupos estão discutindo o cinema feito por mulheres. “No entanto, isso não significa que o cinema feminista não precise continuar avançando. Estamos criando um novo cenário para o cinema feminista, sem apagar ou esquecer o passado desse cinema, muito pelo contrário, e é justamente por isso que não podemos nos acomodar. Precisamos continuar produzindo obras feministas e criar vias para a divulgação dos mesmos”, enfatiza.

A mostra As Gurias conta com a produção de Ivy Sumini e a assistência de produção das produtoras audiovisuais Halyne Czmola,  Rayssa Meiring, Cibelle Gaidus, Ana Caroline Paszko e Tamiris Tertuliano.

Serviço

Mostra As Gurias

Dia 9 de junho

Cine Guarani – Portão Cultural (Avenida República Argentina, 3430, Portão)

Horário: das 14h30 às 21h10

Entrada gratuita

Programação

14h30
Videoclipe

Splatterhead – Melissa Giowanella
A Solidão da Mulher Preta – Julia Morais
Cataclismo – Juliana Vilela Araujo

14h40
Ficção

Órion – Rodriane DL
Autoquíria – Chayene de Souza
Fundamental em mim – Angélica Rodrigues
O Fim do Mundo é um Bar com Jukebox -Victoria Tuler
1o de Julho – Renata Prado
Fechadura – Ana Carolina Resende e Caroline Lucena
Ana – Manuela Berlanga
2017 – Pryka Almeida

16h20
Stop Montion

Espelho – Coletivo La Loba

16h30
Mesa redonda

Mediadora
Patrícia Meyer

Integrantes

Renata Corrêa
Camila Macedo
Ana Paula Málaga Carreiro
Ana Catarina Lugarini
Verginia Grando
Débora Opolski

18h
Documentário

Megg: A Margem que Migra para o Centro- Larissa Nepomuceno
Vulcanis – Ivy Sumini
Umbanda de Todos e Para Todos – Thaís Penteado
Cabeças Falantes – Natasha Rodrigues
Do Corpo da Terra- Julia Mariano
Cinema Delas – Carol Vilamaro

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*