A podcaster que representou Curitiba na Campus Party

Kellen Bonassoli durante palestra na Campus Party: apresentação aconteceu após votação da comunidade (Foto: Arquivo Pessoal)

O crescimento da participação feminina na tecnologia tem feito com que mulheres possam representar, inclusive, toda uma comunidade quando dominam um assunto. É justamente isso que ocorre com a curitibana Kellen Bonassoli, de 37 anos, quando a pauta é podcast – programas de áudio transmitidos pela internet. Ela começou a se interessar pela temática ainda em 2006 e hoje compartilha conhecimento em eventos como a 11ª edição da Campus Party, o principal acontecimento tecnológico realizado no Brasil.

Parceira do Mundo Podcast, Kellen teve contato com o universo podcaster em 2006. De lá para cá, não parou mais de ouvir esse tipo de mídia. Em 2011, começou a gravar o Terabitcast, feito por leitores apaixonados do MundoBit, na época em que os podcasts ficaram mais famosos nas redes sociais e em que surgiu a necessidade de criar o portal Mundo Podcast, antigo Telhacast. Atualmente, ela mantém na plataforma o podcast Faz Bem, que conta com a participação do filho dela, Konrad, de 12 anos.

Podcast Faz Bem: proposta é levar notícias boas para os internautas

Neste trabalho, Kellen aborda temáticas que, como o nome do programa propõe, nos fazem bem. O objetivo é restaurar a fé na humanidade. A cada novo episódio, o programa traz uma nova série de comentários sobre boas notícias ou apenas acontecimentos bacanas que merecem ser divulgados.

A curitibana também é co-autora do livro “Reflexões sobre o Podcast”.

“Vimos que poucas pessoas conseguiram levar os podcasts  adiante e fazer disso um negócio”, comenta Kellen, que aproveitou para abordar na Campus Party porque esta mídia deve receber mais atenção no plano de negócios das empresas e como já é uma tendência de marketing. A palestra, escolhida pela comunidade para acontecer após uma votação na internet, foi muito bem recebida. Foram 50 minutos só de perguntas, fora o tempo de apresentação da curitibana para centenas de campuseiros.

Kellen abordou, durante palestra na Campus, a importância do podcast nos planos de comunicação empresariais

Mais mulheres

Kellen faz parte de um grupo de participantes da Campus Party que cresce ano a ano – as mulheres. Segundo a organização do evento, neste ano, as mulheres representaram 43% do público presente, estimado em mais de 130 mil pessoas. Para se ter uma ideia, em 2015, elas correspondiam a apenas 27% do público do evento.

Além do trabalho como podcaster, Kellen é professora no Centro Europeu, executiva do Google Business Brasil, consultora do Instituto Campus Party, embaixadora da Rede Tech Ladies Brasil e administradora da comunidade Garotas CPBR. A comunidade nasceu em meados de 2010, com o objetivo de reunir mulheres que já foram ou querem ir para a Campus Party.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*