TamoJuntas: coletivo atende gratuitamente mulheres vítimas de violência

Advogada Laina Crisóstomo, fundadora do TamoJuntas (Foto: Divulgação)

Imagine uma organização dedicada a oferecer suporte jurídico, psicológico, social e pedagógico gratuito para mulheres em situação de violência Brasil afora. Como uma corrente de solidariedade entre mulheres, esta organização existe e se chama TamoJuntas. Criado pela advogada Laina Crisóstomo há dois anos, em Salvador, o coletivo de assessoria multidisciplinar a mulheres já está presente em 23 estados, incluindo o Paraná.

Todo o trabalho é feito com a ajuda de profissionais voluntárias. Cerca de 70 advogadas, assistentes sociais, psicólogas e pedagogas feministas trabalham juntas pelo fortalecimento de mulheres. Isso ocorre não só através dos atendimentos, mas também da divulgação de conteúdos sobre direitos da mulher e eventos.

Leia também: Vítima de vingança virtual, atriz encoraja mulheres a denunciar agressores

A ideia do coletivo surgiu depois que Laina ofereceu, em sua página pessoal no Facebook, assessoria jurídica para atender uma mulher vítima de violência doméstica por mês, gratuitamente. A postagem repercutiu – teve mais de 6 mil curtidas e 5 mil compartilhamentos, e ganhou o apoio de mais duas advogadas – Carolina Rola e Aline Nascimento.

Foi então que as advogadas perceberam que a demanda e gravidade dos casos atendidos demonstravam a necessidade de uma atenção multidisciplinar. Desta forma, o grupo passou a contar com profissionais de outras áreas.

Contato

Centenas de mulheres já foram atendidas. No Paraná, a organização está presente com voluntárias em Curitiba e Londrina.

O atendimento pode ser buscado via página do TamoJuntas no Facebook, pelo e-mail contato@tamojuntas.org.br, ou ainda, pelo WhatsApp (71) 99299-0071.

6 Comentários

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*